Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

isi life

vida saudável & receitas

isi life

vida saudável & receitas

Ter | 30.06.15

Concorrentes do "Peso Pesado" 4 anos depois voltam a engordar tudo o que perderam no programa

Sara Isidoro
8401592_HBcYrNunca segui o programa religiosamente, mas como a maioria dos portugueses, vi a diferença abismal entre os candidatos obesos que entraram no programa e a sua imagem "magra" no final do programa. No entanto, será aconselhável perder 50, 60 ou 70 kg em 4 meses? A mim não me convencem... Na versão portuguesa (como podem ver no vídeo abaixo) muitos concorrentes voltaram ao peso inicial (peso que tinham antes do programa) mas 2 dos concorrentes conseguiram manter os resultados. 2 em 20, dá-nos uma taxa de insucesso de 90%... Parabéns aos resistentes do grupo por conseguirem manter e até baixar o peso pós-show! No entanto percas de peso extremamente rápidas tendem a deixar muitos maus hábitos (que podemos confirmar com o testemunho do casal na entrevista abaixo, que CORAJOSAMENTE deram a cara) e muito excesso de pele que poderia ser reduzido caso a perda de peso tivesse sido feita gradualmente. Também o efeito yo-yo criado leva, normalmente, a que o indivíduo perca massa gorda e magra durante a rápida dieta, enquanto que na fase de voltar a engordar vai apenas ganhar massa gorda, pois na maioria dos casos deixam de frequentar os casos (como também foi admitido pelos participantes em causa).Existem no entanto casos de obesidade mórbida, por exemplo, em que a vida/saúde imediata dos indiviuos DEPENDE de uma perda de peso rápida, obviamente que não me estou a referir a estes casos.Já na versão americana, os concorrente denunciaram o programa por obriga-los a treinar 4 horas por dia por vezes sem comer e beber, e obriga-los a manterem-se no show mesmo com lesões e problemas de saúde. Emagreceram? Sim, mas agora são todos obesos outra vez (fonte: http://www.huffingtonpost.com/2014/02/27/biggest-loser_n_4868870.html )Tudo isto para provar o meu ponto de vista: a perda de peso deve ser lenta e gradual, acompanhada de uma reeducação alimentar saudável que deverá ser mantida para o resto da nossa vida. Não há milagres nem truques. De qualquer forma, respeito e admiro todo os participantes pelo gigante esforço que fizeram (ou continuam a fazer). https://youtu.be/c8rzfMcOTa0